Quer um tema tão bonito e profissional quanto esse para seu Blog?

Clique aqui!

Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

Se você já usa os anúncios do Facebook ou planeja usá-los futuramente, há uma ferramenta que você não pode negligenciar e deve começar a usá-la logo no início, para poder tirar o máximo de proveito de suas campanhas.

É o famoso pixel do Facebook! Tenho certeza que pelo menos você já ouvi falar nele, mas caso não tenha, não se preocupe, você encontrará tudo o que precisa saber sobre ele nesse artigo! 🙂

O QUE É O PIXEL DO FACEBOOK?

É basicamente um código que você coloca em seu site. O pixel lhe ajuda a monitorar as conversões do seus anúncios e também a otimizá-lo com base nos dados coletados, auxilia na criação de um público alvo segmentado para anúncios futuros e permite que você atinja as pessoas certas na hora de fazer o remarketing.

Ei, não esquece de curtir nossa página no Facebook! ;)  Clique aqui!  

O pixel do Facebook funciona como um cookie, ele rastreia os usuários que interagem com seus sites e anúncios no Facebook. Isso é muito útil, pois desse modo é possível monitorar com mais precisão o que as pessoas estão fazendo/acessando no seu site.

Com os dados que o Pixel do Facebook armazena, você pode criar públicos altamente segmentados, mensurar os resultados dos seus anúncios com mais eficácia e fazer campanhas de remarketing para as pessoas que já realizaram algum tipo de ação no seu site (visualização de conteúdo/adição ao carrinho de compras/adição a lista de desejos..).

Quais são os benefícios de usar o Pixel do Facebook?

Há diversas maneiras de usar os dados coletados pelo Pixel para melhorar sua estratégia de marketing. Algumas delas são:

MONITORAR AS CONVERSÕES

O Pixel do Facebook lhe permite monitorar como os visitantes interagem com seu site depois de ver/clicar no seu anúncio do Facebook.

Você pode monitorar os consumidores em todos os dispositivos(mobile/desktop) para saber, por exemplo, se eles tendem a visualizar seus anúncios em dispositivos móveis, mas mudam para o desktop antes de realizar a compra, ou quem sabe, talvez seja o inverso.

Essas informações são muito importantes para aprimorar sua estratégia de anúncios e calcular seu ROI (Return of Investiment) (Retorno do Investimento).

REMARKETING

Os dados que o Pixel coleta o permitem criar um anúncio que apareça somente para pessoas que já visitaram o seu site. Além disso, dá para ser ainda mais específico e mostrá-lo somente para aqueles que abandonaram determinado produto no carrinho de compras ou o adicionaram em uma lista de desejos.

Esse recurso poderoso é o motivo pelo qual você deve criar um pixel do Facebook antes mesmo de rodar seu primeiro anúncio, desse modo os dados importantes dos visitantes serão coletados desde o começo.

CRIAR PÚBLICOS SEMELHANTES

É possível também usar os dados de segmentação para criar um público semelhante de pessoas que têm gostos, interesses e informações demográficas semelhantes às pessoas que já estão interagindo com seu site, o que irá lhe ajudar a expandir sua base de clientes.

RODAR ANÚNCIOS EFICAZES

Com a utilização do pixel do Facebook, seus anúncios podem se tornar muito mais eficazes, pois os dados coletados pelo pixel o permitem melhorar a qualidade dos anúncios exibidos e cada vez mais melhorar a segmentação das pessoas que os visualizam.

Além de melhorar seus anúncios com base no acompanhamento de sua eficácia, você pode usar os dados de pixel do Facebook para garantir que seus anúncios sejam vistos pelas pessoas com maior probabilidade de realizaram as ações desejada, seja uma compra ou cadastro em lista de e-mails.

Como usar o Pixel do Facebook?

Você pode usar o pixel do Facebook para coletar dados em dois tipos diferentes de eventos: um conjunto de nove eventos padrão que o Facebook predefiniu ou conversões personalizadas, criadas e configuradas por você mesmo. Um “evento” é simplesmente uma ação específica que um visitante realiza em seu site.

Eventos Padrão do Facebook

Os eventos padrão predefinidos pelo Facebook são:

  • Visualização de conteúdo
  • Pesquisar
  • Adicionar ao Carrinho de Compras
  • Adicionar à lista de desejos
  • Iniciar a finalização da Compra
  • Adicionar informações de pagamento
  • Compra
  • Cadastro
  • Concluir cadastro

Conversões Personalizadas

Você pode usar eventos de conversão personalizados no lugar de eventos padrão.

As conversões personalizadas usam regras de URL com base em URLs específicos ou palavras-chave de URL. Assim, por exemplo, você pode usar o rastreamento de pixels do Facebook para coletar dados de visualizações de uma categoria específica de produtos em seu site, ao invés  de monitorar visualizações de todo o conteúdo usando o evento padrão “visualizar conteúdo”.

Antes de usar as conversões personalizadas de pixel do Facebook, você precisa ajudar o Facebook a entender os detalhes do evento de conversão que você deseja rastrear. Para fazer isso, acesse o Gerenciador de Anúncios do Facebook, clique em Conversões Personalizadas e clique em Criar Conversão Personalizada para definir seu evento de conversão personalizado usando regras de URL.

 

Como faço para criar o Pixel do Facebook e adicioná-lo ao meu site?

Agora que você já sabe o que pode ser rastreado com o pixel, e já tem excelentes motivos para usá-lo, é hora de criá-lo e configurá-lo!

Primeiro passo: Crie o Pixel

Acesso o seu Gerenciador de Anúncios, e clique nesse ícone (≡) e logo após clique em Pixels.

PIXEL1 - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

pixels2 - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

 

Clique em criar um Pixel

pixel 1 - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

 

 Dê um nome ao seu Pixel, e clique em criar.

pix - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

 

Segundo Passo: Coloque o código do Pixel em seu site

Para que o pixel comece a coletar informações dos visitantes do seu site, é preciso instalar um código nas páginas do seu site. Existem duas maneiras de fazer isso, caso seu site/loja virtual tenha sido criado em uma plataforma de E-commerce é muito provável que não seja necessário fazer o que irei lhe ensinar a baixo, pois geralmente essas plataformas facilitam muito a instalação, pois já possuem integração com o Facebook.

Então ensinaremos como instalar o pixel em seu site manualmente.

capture 20180405 161002 - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

1. Copie todo o código que for gerado para você, ele será similar ao que consta na foto abaixo.

2.  Cole esse código no cabeçalho do seu site, depois de <head> e antes de </head>. Será necessário colá-lo em todas as páginas que você deseja monitorar as ações dos visitantes. Assim que tiver feito isso, clique em continuar.

inst 2 - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

 

3. Selecione os tipos de eventos que você deseja e copie o código dele.  Se quiser criar um evento personalizado, é só clicar em Adicionar uma conversão personalizada.

inst 3 - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

4. Cole o código do evento no local apropriado na página do seu site, de acordo com ação que você deseja monitorar. Deve ser colocado logo abaixo da tag </ head> para uma nova página que é aberta como resultado da ação rastreada (como uma página de agradecimento). Ou você pode anexar o código a elementos HTML específicos, como botões que acionam ações dentro de uma página. cod - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

Terceiro passo: Verifique se seu pixel do Facebook está realmente funcionando 

Antes de começar a confiar e usar os dados do seu pixel do Facebook, é importante verificar se ele está funcionando corretamente. É recomendável:

1. Instalar o Auxiliar de Pixel, que por ser uma extensão do Google Chrome, só funciona com esse navegador.

auxi - Tudo o que você precisa saber sobre o Pixel do Facebook

2. Acesse a página onde o pixel do Facebook foi instalado. Se a extensão encontrar o pixel, o ícone </> ficará azul e um pop-up dirá quantos pixels foram encontrados na página. O pop-up também informará se o pixel está funcionando corretamente. Caso contrário, ele fornecerá as  informações de erro para que você possa fazer as devidas correções.


E aí? Esse artigo foi útil para você? Deixe um comentário abaixo e me diga o que você achou! 🙂

2 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *